sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

PORQUE DEIXEI O FACEBOOK


Outro dia vi uma postagem aqui no "face" que dizia o seguinte: "Mark Zuckerberg desativa o Whatsapp a mando do governo venezuelano para evitar protestos no país". Poderia ser uma piada divertida, porém, a imagem que continha este texto foi compartilhada por milhares de pessoas, dentre elas muitos dos meus amigos, que a utilizaram para atacar a "ditadura venezuelana" dizendo alguns dos maiores disparates que já vi na vida. Enfim, esse tipo de postagem, repetida aos montes por gente que nem ao menos sabe do que se trata, comentada por ferozes intelectuais que são capazes de opinar sobre a crise na Venezuela baseados no boato do Whatsapp, me fez entender que o Facebook tem contribuído para o maior processo de idiotização em massa da história da humanidade. Nem a TV, apesar dos hercúleos esforços da Rede Globo, conseguiu tanto. 

Tenho quinhentos outros motivos para deixar o Facebook, não vou enumerá-los aqui, até porque, este texto do tamanho que está, já não será lido por quase ninguém. Apenas destaco meu principal motivo: não quero mais participar, nem como voyeur,  desse processo que causará a idiotização total e irrestrita da sociedade em menos tempo do que se imagina. Há coisas boas nessa rede social? Não duvido. Mas este texto não é para falar delas. Depois de ver tanta gente repetindo (compartilhando) tanta tolice sem filtro, sinto que contra os compartilhadores compulsivos precisamos de alguém que grite como Kant, "Sapere aude! Tem coragem de fazer uso de teu próprio entendimento". Este alguém não virá. Em tempos de Facebook, não há possibilidade de uma nova idade da razão. 

De minha parte, espero ainda ser capaz de me desintoxicar, ao longo dos anos que me restam, de toda bobagem que li aqui em quase 7 anos de uso. Se um dia eu voltar, por favor, me excluam.

25 comentários:

  1. Olá!

    Lamento pelo que tenha sofrido no facebook. Essa rede é bem difamada. Parece até que ocasiona surtos depressivos.

    Nunca tive conta no facebook. É verdade. Escapei dessa epidemia, conscientemente.

    Mesmo nunca tendo conta no facebook, sou obrigada a conhecê-lo. É igual Neymar e Britney Spears, não queremos saber de nada disso, mas nos é imposto.

    Ainda participo diariamente de algumas comunidades do Orkut.

    Comecei a escrever blog e navegar por esse novo mar dos blogs.

    :)


    ResponderExcluir
  2. Felizmente esta postagem sobre o Whatsapp e a Venezuela não chegou até mim, claro que muitas coisas idiotas já chegaram, mas nada que eu já não escute por ai, fora das redes sociais Claro que o Fecebook tem culpa pela difusão de muitas bobagens, mas sabemos que o problema não é o site e sim os usuários. Prefiro bloquear os que postam bobagens do que deixar de usar um meio pelo qual me comunico com outras pessoas que não tenho como estar próxima fisicamente.

    ResponderExcluir
  3. Baseada num processo de busca por equilíbrio na vida - isso inclui as interações no Facebook, eu optei por outro método.
    Você pode filtrar o que quer e o que não quer ver.
    Pode tentar isso...
    Mas sou obrigada a concordar 100% com você e seus argumentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema não é o que eu vejo. Os filtros e restrições estão alí para isso. O que me espanta é o quanto essa rede social tem contribuído para a disseminação irrestrita de ideologias falsas e muitas vezes maldosas. Prefiro não mais fazer parte disso. Mas, não jugo quem fica.

      Excluir
  4. Só adiciono pessoas do meu interesse e mesmo assim estes tipos de postagens, além daquelas de auto-ajuda que detesto aparecem.

    ResponderExcluir
  5. Relutei mto antes de entrar no Fb. Fiz conta, não gostei e desativei; mas acabei voltando pq todo mundo saiu do Orkut e de nada adianta falar sozinho. Hj em diz não sairia, simplesmente para não perder o contato com pessoas distantes e familiares q não vejo pessoalmente há anos. Mas não levo nada mto a sério lá, só entro pra me divertir mesmo.

    ResponderExcluir
  6. o facebook não presta pra quase nada, tenho conta mas uso pouco, as pessoas parece que sofrem lavagem cerebral, mudam muito quando estão no face.

    ResponderExcluir
  7. Uso mais o face (como outras redes sociais) para divulgar o meu site... além de poder conversar com os amigos e tentar trazer algum conteúdo bom para a rede... como também dá para encontrar, depende de quem você esteja seguindo... também vejo muita idiotice no face, e milhares de frases de autoajuda, entendedores do amor, e assim por diante... mas vejo isso muito mais do retrato da pessoa que posta isso... pois, como eu disse, há muita cosia boa sendo postada no face, depende da pessoa que você segue... :)

    ResponderExcluir
  8. Concordo com seu post, o Facebook tem muita coisa ruim e inútil, mas o tenho porque divulgo meu trabalho por lá, e isso me ajuda, caso contrário não faria questão de ter uma conta.

    O orkut sempre será a melhor rede social já desenvolvida.

    ResponderExcluir
  9. Concordo com você em tudo. Mas essa coisa que o Mark Zuckerberg desativou o Whatsapp a mando do governo Venezuelano, acho que é mentira, ele nunca faria isso. Mas sobre sair do Fb acho uma boa ideia e concordo com seu ponto de vista, mas o Outro ponto de vista como divulgar suas coisa e conversar com parentes e amigos distantes?. Bom e o que eu acho. Eu Já uso para divulgar e para conversar com pessoas. Mas enfim é a cabeça de cada um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente o que eu disse no texto, o caso do whatsapp foi uma mentira, absurda, mas as pessoas não tem filtros pra distinguir entre o que é ou nao verdadeiro. prefiro não fazer parte de um ambiente assim.

      Excluir
  10. O facebook me irrita demais, pessoas 100 por cento felizes, fotos mentirosas, informações erradas, pessoas vazias e chatas que se acham populares, eu o utilizo para me comunicar com meus amigos dos quais não posso estar junto e trocar ideias e tb divulgar o blog.

    ResponderExcluir
  11. tem coisas que é muito desagradável mesmo

    ResponderExcluir
  12. Olá!Não ligue muito pra críticas.A verdade é que vc escreveu o que muita gente pensa!Eu tbm estou por um fio de desativar meu facebook.Um bando de gente mentirosa,falsa e que acha que o facebook é o mundo da magia!Aff!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  13. realmente o Facebook ta um pouco desanimador

    ResponderExcluir
  14. Essas coisas me desapontam fortemente também, e já tive vários impulsos de abandonar as redes sociais, e o Facebook em particular, o que faria até bem para o meu cérebro e a minha saúde.
    Mas como todo blogueiro, a gente precisa dessa ferramenta hoje em dia para divulgar nosso trabalho. Por isso, sabendo que esse tipo pessoa ignorante que permeia as redes não vai sumir tão cedo, eu decidi apenas ignorá-los, bloqueando-os do meu perfil.
    Mas eu entendo e respeito a sua decisão.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  15. "Facebook tem contribuído para o maior processo de idiotização em massa da história da humanidade."

    Finalmente alguém que pensa igual a mim. Depois de tantas coisas absurdas que vejo, coisas idiotas tomarem proporções enormes ao passo que coisas tão mais importantes são banalizadas ou deixadas de lado, tenho o mesmo conceito.

    Infelizmente, não posso ser tão radical de excluir o face, pois ainda dependo dele para trabalhar (muitos contatos profissionais utilizam o mesmo) e o contato quase que único com alguns parentes distantes.

    Gostei da opinião, abraço!

    ResponderExcluir
  16. e tem gente que deixou o Orkut...

    ResponderExcluir
  17. Oi, Adriano :)
    Acabei abandonando meu blog anterior, o Monacacheada. Mudei para o Literasutra. Gostaria de manter contato contigo por lá.

    E não suma de seu blog, eu gosto muito dele!

    ResponderExcluir
  18. O problema é exatamente esse... essa loucura de achar que não dá mais pra viver sem essa coisa, o receio de perder contato com parentes e amigos distantes, a única maneira de se trocar informações em grupos acadêmicos, etc,etc,etc. E lá vai Mark Zuckerberg, satisfeito, incutindo essa ideia esdrúxula na nossa cabeça, querendo nos fazer acreditar a qualquer custo que não é mais possível viver sem a rede social dele.

    As pessoas ficam procurando motivos para estar lá.

    O Facebook está matando a internet, e muitos ainda não perceberam.




    ResponderExcluir
  19. Gostei muito do texto e do último comentário (anônimo). Além da idiotização, o que mais tem me incomodado é o aumento da intolerância e dos discursos de ódio. Não quero mais compactuar com isso.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Comente à vontade, contanto que prime pelo bom uso do imperativo categórico Kantiano: "Não faça com os outros que aquilo que você não gostaria que fosse feito com você";. Assim Seja. Pelos Séculos dos Séculos. Amém.