terça-feira, 13 de setembro de 2011

É SEMPRE NO PASSADO AQUELE ORGASMO


Acabo de completar trinta anos e descobri que estou ficando velho. Não se trata da idade. Muitos atletas atingem o auge da forma justamente aos trinta, como Pelé na copa de 70. Na Grécia Antiga só se ingressava na vida política após três décadas de vida. E segundo a tradição cristã, o próprio Jesus só se sentiu pronto para iniciar sua “vida pública” depois de completar trinta anos. Não é pela idade em si, mas pelos sintomas que a acompanham. Associo a ideia de "velho" a ficar parado. Parado no tempo. Não foi difícil perceber que assim estou.
Outro dia fui renovar minha sagrada running playlist,  no Phillips GoGear. Selecionei as seguintes músicas para 40min a 9km/h na esteira: Bad Moon Rising - CCR / Born to Be Wild - Steppenwolf / She’s a Sensation - Ramones / Should I Stay or Should I Go - The Clash / A Little Less Conversation / Elvis vs JXL / I Will Survive - Cake / New Generation - Suede / Song 2 - Blur / Reptilia - Strokes / Molly’s Chambers - Kings of Leon. Pode ter certeza, é uma ótima playlist para corrida, só que  a música mais nova aí deve ser de 2003. Na tentativa de renovar, descobri que não conheço nenhuma banda nova. Essa descoberta ressoa meio melancólica na cabeça alguém que, há uns dez anos, esperava ansioso pela Folha de São Paulo às sextas, porque a Folha Ilustrada vinha sempre repleta de novidades do mundo da música. Hoje, ainda estou esperando pelo disco novo do Blur, como os judeus aguardam pelo messias. Existe povo mais velho do que o povo judeu?
Ah, a idade. A gente só vai percebendo aos poucos. Alguém te pergunta, “você já leu o novo do Daniel Galera?” e você responde, “Daniel, o quê?”. Você liga o Playstation 3 para jogar Super Metroid gravado num disco com mais 2100 jogos para Super Nintendo.  Caminha ate a locadora, procura algo engraçado e volta com “Curtindo a Vida Adoidado” pronto para dar boas risadas. Domingo é dia de reunir os velhos amigos para aquele desafio de War, mas aí você percebe que, no seu tabuleiro, o país mais difícil de conquistar ainda é a União Soviética. E como última loucura retrô nós, os velhos, usamos filtros no Photoshop para fazer as nossas fotos novas parecerem antigas. Chega. Lembro de um verso do Drummond, “é sempre no passado aquele orgasmo”. Verdade maior. Será o título dessa postagem.
As vezes a gente está tão apegado às paixões do passado, que não nos permitimos amores novos. Mas o velho dito latino não permite acomodação, Tempus fugit. Para um usar uma metáfora mais moderna, "computador desatualizado se enche de vírus".
Então corro em busca do que há de novo. E é claro que há novidades, adaptações necessárias. No guarda-roupas, as camisetas Redley perderam espaço para as camisas sociais de cores sóbrias. Não é mais possível sair sem o smartphone. E se viajar é preciso, o principal destino deixou de ser a Serra do Caraça, porque agora os salões de conferência em São Paulo ou em Brasília são mais urgentes. Nem tudo é trabalho. Há o jogo de tênis, sempre um filme novo do Wood Allen no cinema e as férias de fim de ano para planejar. No fim, uma certeza. É preciso abrir espaço para novidades. Desenvelhecer. 

Decidido, em dezembro, vou para um lugar que nunca fui. 

32 comentários:

  1. Sim, uma nova fase de sua vida! A base já foi feita, agora será o momento de saber se vc colocou os alicerces corretamente! Boa vida!

    ResponderExcluir
  2. Vou fazer 33 e não me acho velha...

    Prefiro ouvir sempre os mesmos discos...

    E conversar coma as mesmas pessoas...

    ResponderExcluir
  3. Eu sou meio assim...
    Mas, sempre fui... Tenho um gosto pelo nostálgico.
    Claro, sem deixar de me policiar e curtir algumas dicas dos novos sons (geralmente as do Blog do Maia)

    ;D

    ResponderExcluir
  4. `A juventude nunca morrerra`
    .
    .
    jah dizia o velho chaves
    .
    .
    .
    www.ouvindoparalamas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Os trinta pode ser o começo ou recomeço de muita coisa, no amor, relacionamento na vida.
    já erramos e acertamos muito os trista eu acho o máximo ai cassete os trinta e um ta chegando ai cassete

    ResponderExcluir
  6. Parabéns , adoreei seu blog !

    http://meeninasmulheres.blogspot.com/2011/09/ola-amores-la-vai-um-versinho-da-minha.html

    ResponderExcluir
  7. Entendo. Ficamos vvelhos e dizemos para os mais novos" vocês deveriam ouvir isso, deveriam ver isso" e é exatamente o que nos falavam e a gente odiava. a prova que estamos envelhecendo é de que queremos de qualquer custo preservar nossa infancia e juventude em nossos filhos ou sobriinhos


    http://estagiariosdesocrates.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Muito já ouvi dizer que trinta anos é a melhor fase da vida, então aproveeeeite, mas também, não custa nada se atualizar um pouquinho né :p beijos

    http://apaixonadasporcosmeticos.blogspot.com/
    Curta Apaixonadas por Cosméticos no Facebook
    @Ap_Cosmeticos

    ResponderExcluir
  9. Desenvelhecer. Estou há 10 anos dos 30. Não me lembro de ter escutado ou assistido as bandas novas ou as mais recentes películas.
    Ou nasci velho, ou novo demais.

    Sensibilidade extrema do seu post. Parabéns.

    http://molduraseretratos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Ainda me faltam 8 anos para chegar aos 30, mas dizem por aí que é a melhor fase da vida... Então, nos conte se realmente for ehehehehe

    ResponderExcluir
  11. de repente me veio a musica do chvez " se você é jovem ainda, jovem ainda, amanhã velho será, velho será, mas a juventude nunca morrera"

    ResponderExcluir
  12. mas é sempre bom o momento de nostalgia.

    ResponderExcluir
  13. Se for por esse lado, estou idoso. Saudade até de seletor de canal, da eepoca em que o tempo passva amais devagar e as novidades duravam mais que um dia e a gente podia saborear. Vc podia estar ansioso por um trailer de cinema e hj a gente tem o filme no computador meses antes da estréia. Muiitas vezes até do trailer. Abs e aguardando seu coment.

    http://atmosphera2hq.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Eu escuto sempre as mesmas musicas, tipo lonely day do system of down desde 2006, é normal ^^

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela nova fase em sua vida!
    Vai ser bom!
    Passa lá?
    http://uaimeu10.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. É, também preciso desenvelhecer amigo, adorei o blog
    se puder passa aqui

    www.rosanesilveiraopine.blogspot.com

    abraço fraterno

    ResponderExcluir
  17. ESTOU CHEGANDO AOS 30 ANOS E ESTOU CHEGANDO AO AUGE DA MINHA IDADE, APESAR DE GOSTAR DE MUITAS COISAS DO MEU PASSADO, QUE INFELIZMENTE NÃO VOLTA MAIS. MAS É SE ATUALIZANDO QUE CHEGAMOS AO FUTURO PRESENTE MOMENTO.


    TEXTO NOVO NO MEU BLOG. ACESSE, LEIA E COMENTE:
    http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/09/mulher-dos-meus-sonhos.html

    ResponderExcluir
  18. uau!




    :)
    http://prettywomannow.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Putz... já estou assim com 23 anos hehehehehehehe

    Não faz muito tempo, estava jogando Super Mario World no PS2... :)

    Busco bastante coisa nova na música, mas as que mais ouço são as antigas mesmo... :)

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pelo blog, tudo de muito bom gosto e qualidade.
    Estou seguindo, e sempre que puder volto para comentar de novo. Espero seu apoio no nosso blog Um Pouco Sobre Isso.
    Siga-nos, comente, clique nos anúncios ;D
    www.umpoucosobreisso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Muito bom!
    Eu penso nisso a cada aniversário. E o pior meus gostos, não se ofenda, não meio antigos... Demônios da Garoa, Chico Buarque, Luiz Gonzaga... mas me permiti abrir espaço para as coisas novas também. hehe
    Mas o que posso dizer? a sua idade é como vc se sente. De que adianta mudar e não ser você mesmo?!
    abraços

    http://manusoaress.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Eu lembro até hoje a primeira vez que "zerei" super metroide... acho que fiquei uns dois dias jogando direto no super nitendo. Muito legal.

    http://umlivroqualquer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. É isso ai. Mais uma fase da sua vida. Aproveite da melhor forma!

    ResponderExcluir
  24. Eu tenho 34 anos e já senti na pela essa constatação que faz. A idade chegou e a gente se apercebe disso de repente, quando vê que está desatualizado em uma série de coisas. Mas nem tudo que é novo, é bom, nem tudo que é bom, é novo, então para muitas coisas eu ainda prefiro ser jurássico.

    Grande abraço
    Almir Ferreira
    Rama na Vimana

    ResponderExcluir
  25. Ola adriano, boa tarde. muito interessante teu blog
    e sobre o tema de hoje
    vejo por mim sobre idades q o mais importante n é vc ser novo ou velho
    e sim o q realmente conta é a experiencia vivida
    sei q tem muitas pessoas de uns 40 anos q se for olhar bem, uma pessoa de 20 ja passou muito mais coisas q essa de 40
    mais é muito dificil achar alguem assim, intao o q realmente conta sao os momentos vividos, o q realmente vc aprendeu com tudo o q aconteceu.. é isso
    te add aqui ok.?
    me add la?
    valeuuu
    show seu cantinho

    ResponderExcluir
  26. ainda falta um pouco para os meus 30,mas faço parte da geração 90 e a nostalgia sempre existe e que sempre preferimos as coias do nosso tempo doque as coisas de hoje em dia

    ResponderExcluir
  27. Os trinta parece ser uma boa fase da vida, aproveite!
    http://lollyoliver.wordpress.com/2011/09/05/nada-alem-de-mim/

    ResponderExcluir
  28. Cara confesso que eu ri de algumas coisas que vc disse kkkkkkkk mas na boa eu tenho 23 anos e gosto demais de várias coisas que vc citou,sua lista de músicas tá muito boa e apesar de ainda ser novo (eu acho) rsrs eu tb não conheço nenhuma banda atual
    Abraço

    ResponderExcluir
  29. Olá, muito legal seu blog!
    Seguindo, segue de volta e deixa seu comentário?
    Bjs

    http://odiariodaborboleta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Olá,
    gostei de conhecer o seu blog!
    ótimo o texto!

    bjos

    http://joycebc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Figura-te! Ótimo texto e estou rindo muito. Gostei de ter passado aqui. Uma esperança pra vc....Aos 45 piora um pouco mais.....KKKK...Bjaum!

    ResponderExcluir

Comente à vontade, contanto que prime pelo bom uso do imperativo categórico Kantiano: "Não faça com os outros que aquilo que você não gostaria que fosse feito com você";. Assim Seja. Pelos Séculos dos Séculos. Amém.